Millet de Tomate Malandro ou... amor à primeira garfada <3

diospiro simples saudavel receita millet tomate

Como é que tudo começou? Foi amor à primeira garfada, ‘two worlds collided’ e, bom, já sabem o resto ‘they could never tear us apart’ :) Este millet de tomate malandro (‘tipo risotto’) é mesmo muito simples de fazer, divinamente delicioso e pode ser servido como refeição principal ou acompanhamento. Mencionei que é sem glúten, lactose, nem nenhum dos suspeitos do costume? O melhor é preparar já a panela e colher de pau e pôr mãos e barriga à obra ;)

O Outono chegou e com ele todos os pratos quentes e reconfortantes. Dos pequenos almoços deliciosos, às sopas simples e sobremesas quentes apetitosas, as possibilidades de uma alimentação integral vegetariana são tão vastas que é simplesmente impossível que se torne aborrecida.

Descobri o millet - conhecido em Portugal também por milhete, painço ou milho miúdo - há uns poucos de anos e apaixonei-me instantaneamente pelo seu sabor com toques de noz. É dos poucos grãos isentos de glúten e repleto de nutrientes vitais (incluindo uma boa dose de proteína vegetal) e inúmeros benefícios para a saúde. É um alimento principal da dieta do povo Hunza, conhecido pela sua longevidade extraordinária. Pode ser cozinhado praticamente da mesma forma que o arroz, simples ou com vegetais, cogumelos e especiarias. O seu sabor é único e uma vez que experimente, duvido que consiga parar!

Este millet de tomate malandro e sumarento é um prato reconfortante e delicioso, com uma consistência parecida com a de um risotto.  Pode ser servido como refeição principal - adoro comê-lo com uma salada simples - ou como acompanhamento. Prepara-se em 15-20min com muito poucos ingredientes.

Se se apaixonar por este millet malandrinho à primeira garfada, conte-nos tudo deixando um comentário abaixo ou publicando uma fotografia no Instagram com o hashtag #diospirorecipes. Vamos adorar saber como ficou.

diospiro simples saudavel receita millet tomate

Autor: diospiro
Alimentação: Vegan, Vegetariano, Sem Glúten, Sem Lactose
Para: 3-4 pessoas
Preparação: 5’ | Cozedura: 15’ | Tempo Total: 20’
Tempo de Demolhação: 1 noite

Ingredientes
• 1 chávena de millet (preferencialmente demolhado uma noite - ver nota sobre demolhação abaixo)
• 2 chávenas de água de nascente ou filtrada
• 1 cebola roxa média (pode usar cebola normal alternativamente)
• 1 tomate médio sumarento (de preferência biológico) - ou 1 chávena de tomate cortado em cubos - para saber a opinião da diospiro sobre os melhores tomates clique aqui.
• ¼ chávena de azeite extra virgem (preferencialmente de primeira pressão a frio)
• sal e pimenta a gosto

Opção para Servir:
• salsa fresca picada
• queijo parmesão (para não-vegans)

Utensílios
• tábua e faca
• medidor de chávena (‘cup’)
• panela média com tampa
• colher para mexer

Preparação
• Para saber como demolhar o millet veja a nota abaixo.
• Descasque e corte a cebola em fatias finas e coloque-as com o azeite na panela.
• Lave e corte o tomate em cubos e deixe de lado.
• Cozinhe a cebola em lume médio até que fique dourada.
• Junte o tomate e cozinhe por mais 3 mins.
• Adicione o millet e a água e aumente o lume até ferver.
• Quando ferver, junte o sal e a pimenta, cubra e baixe o lume para o mínimo.
• Cozinhe por 10-12 mins (10 para uma versão ‘al dente’ e 12 para uma consistência mais mole).
• Sirva quente (de preferência imediatamente) com salsa picada ou lascas de parmesão se desejar.

Notas
Para demolhar o millet coloque-o numa tigela e cubra com bastante água filtrada. Deixe a demolhar durante uma noite. Na manhã seguinte coe os grãos e deite fora a água. Se quiser preparar o millet antecipadamente, demolhe uma maior quantidade e guarde-o já demolhado no frigorífico até 2 dias .

As oleaginosas, grãos e sementes contém ácido fítico, conhecido como ‘anti-nutriente’ por dificultar a absorção de outros nutrientes na nossa alimentação. Quase todas as oleaginosas, sementes e grãos devem ser demolhados durante algumas horas para que se lhes seja retirado o ácido fítico e para que se tornem mais digestos. Se se esquecer de demolhar as suas oleaginosas, sementes e grãos, não se preocupe. Se os comer sem serem demolhados de vez em quando, não será um problema, mas evite que se torne um hábito. Em breve irei publicar um artigo sobre ácido fítico e tudo o que precisa de saber sobre a demolhação, mas por enquanto lembre-se só que deve demolhar estes ingredientes durante uma noite antes de os utilizar.

Apaixonou-se à primeira garfada por este millet malandrinho e quer receber os nossos conteúdos por email, juntamente com o nosso ebook gratuito de sumos e batidos? Subscreva a nossa newsletter aqui!

Siga-nos também no Facebook, Instagram e Twitter para mais dicas e receitas!